Beksinski-Slowa

Arte horripilante!

O horror não está só nos filmes, livros e games, mas também nas pinturas, desenhos, e outras expressões artísticas, como do pintor Zdislaw Beksinski


Ah, o horror, o sentimento mais puro e visceral que nós reles humanos podemos ter. Não existe nada mais real que a sensação de incomodo, que nos causa enjoo, vontade de olhar para os lados para nos certificarmos se estamos sendo observados, seja isso em um filme, literatura ou videogame. Porém, em muitos casos esquecemos das pinturas. Diante disso, resolvi fazer esse post de art-horror (e outros que estão por vir) sobre pintores, desenhistas, entre outros, que tentaram explanar um pouco do horror em suas obras de arte.

Começaremos pelo impactante – tanto quanto o próprio nome – Zdislaw Beksinski, o pintor polonês, nascido em 1924 e faleceu vítima de um assassinato em 2005 em Varsóvia. Beksinski, além de pintor era fotógrafo e escultor. Seu estilo apresentava uma estilística pluralista, uma vez que, ora trazia elementos barros, ora elementos góticos.

O pintor dizia que a sua arte era como ele desejava fotografar seus sonhos. Alguns de seus quadros não possuem nomes, e muitas vezes dizia que era mal interpretado pois eram bastante otimistas, as pessoas que o não entendiam.

Para o pintor, a década de 90 foi recheada de tragédias, uma vez que, seu filho foi encontrado morto por suicídio um ano depois da morte da esposa. Morreu em 2005, pelo fato de recusar-se a emprestar dinheiro para um jovem, cerca de cem dólares, o que resultou a ele 17 facadas.

Se os quadros eram manifestações dos pesadelos e sonhos de Beksinki fica a critério do leitor, mas que em suma são lindos e assustadores ao mesmo tempo, isso é inegável


2 Comentários

  1. João Pedro M disse:

    Excelente post! Todo meio apoio a matérias e artigos sobre o gênero fora do círculo cinema-tv 😀

    Abraço a todos da equipe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *