untitled

TOPE NOVE – Dia das Crianças

Elas são malvadas, são malignas, são terríveis. E neste 12 de outubro, também conhecido como Dia das Crianças (afinal, ninguém liga pra Nsa. Sra. Aparecida) eis o nosso TOPE NOVE com os infantes mais endiabrados do cinema de terror.

O útero para até de ovular depois dessa…


9) David Zellaby e cia limitada – A Aldeia dos Amaldiçoados (Village of the Damned)

Pior que uma criança malvada, é uma CIDADE INTEIRA de crianças malvadas idênticas, platinadas e com poderes psicocinéticos.

O sanguinolento!


8) Samara/ Sadako – O Chamado (Ringu / The Ring)

Essa mocinha é tão ruim que fica te azucrinando durante uma semana inteira até chegar no sétimo dia e te matar. Só porque você assistiu uma fita VHS…

giphy-ring

Tô chegando….


7) Gage Creed – Cemitério Maldito (Pet Sematary)

Ele era uma fofura de menino. Até ser atropelado por um caminhão, enterrado num cemitério indígena, e voltar como uma pequeno psicopatinha zumbi.

Não é justo...

Não é justo…


6) Isaac Chroner – Colheita Maldita (Children of the Corn)

Falando em Stephen King, torça para não ser adulto e nunca se perder em uma cidade envolta por um milharal repleta de crianças fundamentalistas lideradas por um tal Isaac Chroner.

giphy-1

Pela família e por Aquele que Caminha por Entre As Fileiras


5) Alice Spages – Comunhão (Alice, Sweet Alice)

A pequena Alice é da pá virada, malcriada e com desvios comportamentais dignos de uma pequena psicopata, que adora importunar sua irmã mais nova boazinha escondendo sua boneca. UM DOCE DE CRIANÇA!

giphy-2

Olhar 43


4) Rhoda Penmark – Tara Maldita (The Bad Seed)

Essa ternurinha com seus trejeitos que vão de meiga à psicopata em um simples olhar, parece ser a filha perfeita, educada, alegre, que nunca se suja ou nunca desarruma o seu quarto. Mas a menina na real é ruim até o osso!

giphy-3

Eu não vou parar de matar as pessoas. Não vou!


3) Henry Evans – O Anjo Malvado (The Good Son)

Macauly Culkin aqui já tinha deixado de lado o adorável Kevin McCallister para se tornar uma criança problemática com um enorme desvio de comportamento. Tipo como ele ficou na vida real ao se tornar adulto…

Entre para o mundo de Marlboro

Entre para o mundo de Marlboro


2) Michael Myers – Halloween – A Noite do Terror (Halloween)

O jovem Mike Myers prova aqui que é de pequeno que se torce o pepino. Se ele mata a irmã numa boa quando ainda é um pivete, já dava pra imaginar sua vida adulta saudável…

Ufa, pensei que era aquele moleque cabludo tosco do filme do Rob Zombie...

Ufa, pensei que era aquele moleque cabludo tosco do filme do Rob Zombie…


1) Damien Thorn – A Profecia (The Omen)

A definição mais que perfeita do capeta em forma de guri. Afinal, ele só é o ANTICRISTO, filho do Coisa-Ruim que veio a terra como uma linda criança bochechuda, mas com o 666 tatuado no couro cabeludo, pra trazer a danação.

Olá, você!

Olá, você!


Marcos Brolia
Marcos Brolia
Jornalista, editor e idealizador do 101HM, é fanático por filmes de terror (ah, vá!) desde que se conhece por gente, dos classudos aos mais bagaceiras. Adoraria ter um papo de boteco com H.P. Lovecraft e virar um shot toda vez que ele falasse a palavra “indizível”.

3 Comentários

  1. Diego Camboim disse:

    A primeira aparição de uma criança malvada no cinema foi exatamente no quarto filme dessa lista, o que pra época, foi algo perturbador e ousado.

  2. Francisco disse:

    Morto com a legenda do gif do Michael Myers hahahahahahahahaha

  3. Jorge disse:

    E a Verónica de Veneno Para As Fadas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *