Untitled

Bibliofobia #29 – Ed & Lorraine Warren – Demonologistas

Os casos mais famosos do casal “caça-fantasmas” número um do cinema


Responda sinceramente: você sabia quem era Ed e Lorraine Warren antes de Invocação do Mal? Bom, esse que vos escreve, pelo menos, não. Apenas quando o blockbuster do diretor malaio James Wan chegou aos cinemas, que descobri a existência daquele simpático casal de “caça-fantasmas”, interpretados por Patrick Wilson e Vera Farmiga.

Naqueles tempos, começaram a pipocar uma série de reportagens e outras curiosidades sobre o demonologista e a médium americanos, relatando a “suposta” história real do sofrimento sobrenatural vivido pela família Perron e os demais causos investigados e documentados pelos Warren, como da bonequinha Annabelle, que depois deu origem aquele spin off lamentável.

Com o lançamento de Invocação do Mal 2 no ano passado, a Editora DarkSide resolveu publicar em PT-BR o livro Ed & Lorraine Warren – Demonologistas, escrito pelo biógrafo Gerald Brittle e publicado originalmente em 1980 nos EUA. O escritor teve acesso a uma série de documentos, gravações, objetos e extensas entrevistas com Ed e Lorraine e colocou nas páginas algumas de suas investigações paranormais dos mais de OITO MIL casos em que o casal esteve envolvido.

A notoriedade dos Warren surgiu pouco depois de seu envolvimento no caso de Amityville, quando ambos visitaram o famoso número 112 da Ocean Avenue a pedido dos Lutz, a família que saiu fugida do casarão onde Ronald DeFeo assassinou sua família a sangue frio e foram parar em diversos programas de televisão e chamados para dar palestras em faculdades. Inclusive esse é a primeira história contada no livro, e já começa por aí levantando suspeitas, uma vez que já fora declarada que a história toda da família Lutz foi uma fraude inventada pelo escritor Jay Ansen para dar um best-seller e todo mundo ganhar umas verdinhas. Mas os Warren juram de pé junto que sentiram a “presença maligna” na casa.

ed-lorraine-warren-darkside-livro-capa3dEntre as investigações abordadas no livro, além de Amityville, da família Perron e Annabelle, estão também o caso da família Beckford – considerados pelo casal a mais feroz e perigosa atividade demoníaca que eles já enfrentaram – e um trecho mínimo referente ao envolvimento de Ed no caso do Poltergeist de Enfield, aquele que serviu vagamente como pano de fundo para Invocação do Mal 2, mas que segundo o parapsicólogo Guy Lyon Playfair (escritor do livro “This House is Haunted” – que tem previsão de lançamento pela DarkSide este ano com o título de 1977: Enfield) os Warren tiveram uma participação mínima e estiveram por lá apenas uma noite para conseguir publicidade e algum dinheiro. Aqui eu desenrolei um pouco de porque exatamente esse plot foi utilizado no segundo filme da franquia da New Line/ Warner Bros.

Pois bem, mesmo que sempre a credibilidade e veracidade dos casos dos Warren estejam sempre em cheque, e se o casal de tiozinhos que mais pareciam um quitandeiro e uma dona de casa não passava de charlatões, o livro traz uma longa entrevista de Brittle com os dois, o que dá origem a um material de leitura fascinante, uma vez que o autor teve acesso a exclusivo aos seus arquivos sobrenaturais.

Tirando de lado – ou não – a crença nos casos ali apresentados, os dois, com uma boa dose de simpatia (que parece ter sido encarnada de forma certeira por Wilson e Farmiga nos filmes), conseguem envolver o leitor com suas explicações quase que didáticas sobre sua carreira, discorrendo nas mais de 260 páginas da publicação sobre seu modus operandi, as diferenças entre fantasmas, espíritos inumanos e entidades demoníacas, as leis de convite ou atração com as quais eles podem se manifestar, fenômenos sobrenaturais, poltergeist, a infestação e opressão desses seres contra pessoas ou família que os conjuraram, suas tática levianas, possessões, exorcismos,  e até dicas de como evitar ou o que fazer no caso de ataques paranormais.

Mesmo que por muitas vezes a leitura dê voltas em círculos e se torne bastante repetitiva, em nenhum momento ela fica maçante, e apesar de levantar muitas dúvidas sobre o que está ali escrito e todo o material documentado e guardado pelos Warren em seu museu, você consegue deixar se envolver pela narrativa dos Warren e a forma que eles contam suas histórias, como se você estivesse num bate-papo na mesa da cozinha com o casal, comendo um bolo assado por Lorraine e tomando um café. Mérito da forma como Brittle, entrecortando entre perguntas e respostas e descrevendo os casos, conduz o livro.

É chover no molhado falar também da preocupação e qualidade gráfica ímpar da editora carioca da caveira, com sua publicação de capa dura desgastada que remete aos livros antigos que com certeza seus pais ou avós tinham na biblioteca de casa, e os singelos marca-páginas estampado com Annabelle (a boneca de pano real-oficial, não aquela aberração do filme) de um lado e de um gravador de tape de rolo, do outro.

Aos fãs da franquia de James Wan, ou os que gostam de uma leitura fácil e rápida sobre o oculto, o livro é recomendadíssimo. Para céticos ou crentes.

 

Ficha técnica:

Gerald Brittle – The Demonologist: The Extraodinary Carrer of Ed And Lorraine Warren – 1980

Tradução: Giovanna Louise Libralon

Lançamento no Brasil – 2016

Editora DarkSide Books

Compre aqui


Marcos Brolia
Marcos Brolia
Jornalista, editor e idealizador do 101HM, é fanático por filmes de terror (ah, vá!) desde que se conhece por gente, dos classudos aos mais bagaceiras. Adoraria ter um papo de boteco com H.P. Lovecraft e virar um shot toda vez que ele falasse a palavra “indizível”.

1 Comentário

  1. Everson J. Lopes disse:

    Ainda pretendo ler o livro. Confesso que fiquei um tanto chateado com o caso Enfield, e principalmente pelos Warren. Gostei tanto de Invocação do Mal 2 que peguei um amor pela trama. Comprei toda a ideia que Hollywood me apresentou, acreditando que eles eram tudo aquilo e mais um pouco. Mas, as vezes sofremos desilusões amorosas. Acontece com quem é amante do terror.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *